quinta-feira, outubro 15, 2009

Lifetime made of moments



Cada passo que eu dou na vida, ela me supreende, e eu conheço mais a ela. Mas acho que ela já me conheçe de tempos.


A vida é feita de momentos, todo mundo sabe disso, mas a cada dia que passa você nota melhor esses momentos, e começa a perceber também quais deles serão guardados com mais valor na memória.
Não com mais amor, mas com mais valor. Muitas vezes os momentos que você mais se lembra, você não tem amor a ele em particular.

O momento mais difícil pra mim, sinceramente não tive. Tive muitos momentos duros na vida, alguns com importância só pra mim, apesar da contribuição e notável preocupação de amigos próximos. Momentos de felicidade pura, você nunca percebe na hora, mas quando você olha pra trás, a um dia avulso e pensa "eu nunca mais me senti assim" você sabe, tarde demais, que aquilo foi uma felicidade pura.

Quando você passa por momentos felizes, eles nunca duram mais de um dia, felicidade é uma coisa que não repete forma, cor ou tamanho. Ela é sempre nova, talvez seja por isso que a gente geralmente não reconhece no momento.
Mas dor... Dor é uma coisa que pra você demora dias. Ela te corrói, te suga, e parece interminável. Sempre é interminável, e você sabe que a maioria dos seus maiores aprendizados veio com dor. Pelo menos comigo foi assim.

Quando você aprende com felicidade, você não dá o mesmo valor. A satisfação é de obtenção rápida, isso é fato, mas você logo esquece a lição.
Já a dor não. A lembrança da dor é muito mais fixa do que a da felicidade, vc pode pensar "nunca mais me senti assim" mas seu corpo não sente a felicidade de novo no "assim". Agora, com a dor, você pensa "me senti assim" e o seu corpo tem a habilidade (mórbida, diga-se de passagem) de voltar no tempo e te fazer sentir tudo de novo.

É por isso que recuperar a confiança, perdoar, esquecer, seguir em frente, são uns desses momentos em que você sente a dor interminável e parece durar pra sempre. Você nunca alcança, mas quando se dá conta, já passou. E você olha pra trás e percebe que receberia a mesma dose da mesma dor, se isso significasse você dona de si novamente, mudada, e um pouco mais sábia.

Muita gente tem meios de usar suas lembranças. Eu quero uma tatuagem. Não que eu não confie na minha mente, mas às vezes uma lembrança a mais de que tudo passa é muito bom.

Isso também vai passar.


Era o que Chico Xavier tinha em cima da sua cama, num quadro. Ele respondeu à repórter que significava que tudo passa, até as coisas boas. E aquilo estava ali para lembrá-lo disso.

Tudo passa, e nada melhor que esperar passar o hoje, com o mundo novo logo amanhã.
Literalmente.

1 comentários:

Jessie disse...

Agente já passou por muitas dores juntas, até algumas vezes onde não estávamos juntas.. e por isso eu vou sempre lembrar.. e por isso você sempre vai contar comigo não importa como seja, eu tô aqui pra você.

Postar um comentário